Resultado das Bolsas de Estudo 2019
Confira se você foi selecionado
Confira o calendário de pagamento
das parcelas de 2019

A Fundação Félix Chomé

Félix Chomé foi presidente da ARBED, grupo siderúrgico de Luxemburgo que fundou a Companhia Siderúrgica Belgo-Mineira, hoje, ArcelorMittal Brasil. Em 1953, criou em nosso país a Fundação que leva seu nome e que tem como objetivo oferecer bolsas de estudos aos empregados e filhos de empregados do Setor de Aços Longos da ArcelorMittal Brasil.

Depoimentos

Com a palavra, nossos bolsistas.
Luana Moraes Souza
Acadêmica de Enfermagem
Agradeço pelo ano letivo que acabo de realizar.
Mais um ano de faculdade que, graças ao apoio da F​undação Félix Chomé, acabo de concluir.

"Livros não mudam o mundo, quem muda o mundo são as pessoas. Os livros só mudam as pessoas.”
Mário Quintana

Parabéns aos contribuintes, colaboradores e responsáveis pela Fundação que continuam acreditando que a educação é capaz de mudar as pessoas para melhor. Boas festas, um Natal abençoado e um Feliz Ano Novo a todos.
Clara Moraes Lott
Gerente aposentada do Banco do Brasil​
Meu pai, Augusto Hemetrio Moraes, trabalhou no Escritório da Cia. Siderúrgica Belgo-Mineira, em Coronel Fabriciano, até se aposentar. Pai de oito filhos, viúvo, se casou novamente, tendo mais três filhos. Seria impossível para ele custear o estudo dos filhos após o antigo curso primário. Foi quando conseguiu uma bolsa da Fundação Félix Chomé para mim, por volta de 1960, para que eu fizesse o curso ginasial e, depois, o magistério, terminado em 1966, quando me casei. Esta bolsa proporcionou minha formação. Em 1970, passei no primeiro concurso que admitiu mulheres no Banco do Brasil e lá permaneci até me aposentar como Gerente de Atendimento. Fiquei muito emocionada quando vi o Escritório da Fundação Felix Chomé, em Belo Horizonte: muito recebi dela, só com a condição de ser uma boa aluna!
Rubens de Oliveira Gomes
Empresário da área de consultoria tributária e fiscal​
Sou profundamente grato à Fundação Félix Chomé. Tudo que alcancei tem sua parcela de contribuição. Em 1981, eu trabalhava como auxiliar contábil na antiga Belgo, hoje ArcelorMittal, quando passei no vestibular de Administração. Recém-casado e cheio de despesas, fiquei preocupado como pagaria a faculdade. Nesse momento, a Fundação foi o divisor de águas na minha vida. A bolsa de estudos que recebi foi determinante para a minha formação, tanto acadêmica quanto profissional e, principalmente, pessoal. Sem o apoio da Fundação, teria sido impossível chegar aonde cheguei.
Fábio Guimarães Rabelo
Gerente Geral de Contabilidade e Tributos Belgo Bekaert Arames - Contagem
Meu pai criou seis filhos e se aposentou trabalhando na antiga Belgo-Mineira. O apoio que ele recebeu da Fundação Félix Chomé foi fundamental para nossa educação. Meus estudos, do ensino fundamental à universidade, foram custeados pela Fundação. Na época da faculdade fiquei dois anos desempregado e recebi bolsa integral. Isso me estimulou a ter um bom histórico escolar. Graduei-me em primeiro lugar no curso de Ciências Contábeis da PUC e o reconhecimento ao meu bom desempenho veio com a contratação pela Belgo, hoje ArcelorMittal. Com 31 anos de casa, me sinto filho dessa empresa e vislumbro um futuro parecido para minha filha.